Benefícios da soja no processo de menopausa

Data da postagem: 3 de novembro de 2021

A menopausa é uma fase em que diversos sintomas desagradáveis associados às transições corporais acometem as mulheres. Alguns dos sintomas mais comuns são calor excessivo, memória fraca, fadiga, dores nas costas e braços, instabilidade, insônia, queda de cabelos e até osteoporose.

Por ser um processo natural e acompanhado de tantos desconfortos, várias pesquisas têm procurado formas de amenizar esses sintomas. Algumas delas revelaram diversos benefícios das propriedades da soja. Seu consumo ajuda a controlar hormônios associados ao ciclo menstrual em pessoas que estejam na pré-menopausa e na menopausa. Isso porque a soja é rica em ácidos graxos poli-insaturados que interferem nas alterações hormonais típicas deste período.

Lecitina de Soja

A lecitina de soja, substância extraída da soja, contém princípios ativos capazes de compensar a deficiência do estrogênio, que é a causa a menopausa. Além disso, é capaz de aliviar os sintomas da TPM, combater o colesterol alto, combater a dor de cabeça e ajuda a emagrecer.

Um estudo japonês investigou o efeito da suplementação com lecitina de soja nos sintomas da menopausa. Para tal, eles selecionaram mulheres na pré-menopausa, na perimenopausa e na pós-menopausa.

Os resultados mostraram que as mulheres que receberam lecitina tiveram uma melhora nos sintomas. Também resultou em melhora da saúde cardiovascular e no vigor em mulheres de meia-idade com quadro de fadiga. Um outro estudo feito nos Estados Unidos mostrou que em 8 semanas tomando doses de 1200mg de lecitina de soja houve melhora na pressão arterial e na disposição física e mental em mulheres na menopausa.

Além disso, outros estudos também demonstram que a lecitina de soja é benéfica para a memória. Vale ressaltar que também há estudos que mostram sua eficiência no combate à perda óssea. Pode, ainda, ser benéfica para a prevenção do Alzheimer e da demência. Por fim, também há estudos que comprovam que ajuda a melhorar os níveis de defesa do organismo.

Dose recomendada

A suplementação se mostrou uma boa alternativa para quem não consome os grãos de soja ou o tofu (uma espécie de queijo à base de soja). No entanto, os nutricionistas afirmam que o excesso do consumo de soja podem causar efeitos negativos pelo excesso de estrogênio. Portanto, o ideal é consumir uma quantidade pequena, uma a duas vezes por semana, equivalente a uma fatia de tofu ou a duas colheres (sopa) dos grãos de soja cozidos.

Já para quem toma a suplementação, a dose diária ideal depende da demanda de cada pessoa. Sendo assim, é interessante consultar um médico ou nutricionista para saber qual é a dose ideal para o seu caso. No mercado, são ofertadas as cápsulas de 500mg e de 1000mg.

Definitivamente, é uma ótima opção para mulheres que querem ter uma melhor qualidade de vida na menopausa. E se você quer aproveitar todos os benefícios da Lecitina de Soja, adquira sua suplementação clicando aqui. Outra alternativa é apostar no composto Gérmen de Soja + Cálcio + Magnésio + Vitamina D3 que oferece uma maior concentração de ativos benéficos para a saúde da mulher na menopausa. Adquira clicando aqui.

Categorias: , ,