Alimentação sazonal: como aproveitar os benefícios do inverno

Data da postagem: 27 de maio de 2020

Você já ouviu falar em alimentação sazonal? Como o termo sugere, é o hábito de adaptar a alimentação de acordo com as necessidades e propriedades típicas da estação. Acompanhe essa matéria para saber mais sobre a alimentação sazonal e aproveitar os benefícios do inverno na sua alimentação.

Por que adaptar minha alimentação?

No inverno, ficamos tentados a consumir alimentos mais gordurosos, que contém muitas calorias. É verdade que a gordura é importante para manter o corpo aquecido, no entanto, o problema está nos excessos. Sendo assim, para evitar os excessos, a principal adaptação que o inverno pede é aproveitar os alimentos próprios da estação a seu favor.

A alimentação balanceada é importante, em especial no inverno, para garantir que seu corpo não vai sofrer com problemas causados por excesso de gordura. Afinal, do que adianta ter o corpo aquecido mas com problemas cardíacos, excesso de colesterol ruim e com a pressão alta? É mais recomendado aquecer o corpo com roupas quentes do que com gordura.

Quais os benefícios do inverno para a alimentação?

O corpo, no inverno, tem a tendência de queimar mais calorias para se manter aquecido. Por isso, é a melhor época para praticar exercícios e perder mais peso. Cuidando da alimentação, a perda de peso é ainda mais fácil. Se você seguir essa mesma alimentação em climas quentes, por exemplo, verá que o resultado será mais lento.

Vale, ainda, abusar das frutas, verduras e legumes típicos do inverno, como o mamão formosa, o kiwi e a carambola. Também é época de frutas abundantes em Vitamina C, como a mexerica, a laranja lima ou pera, e o morango, que aumentam a imunidade.

Em relação às verduras típicas do inverno, as melhores opções são o brócolis, a couve-flor, o palmito, a couve, o espinafre, o agrião, a chicória e a rúcula. Já os legumes são o pimentão vermelho, a batata-doce, a abóbora, a ervilha, o inhame, a mandioca e o cogumelo. Outra delícia produzida pela natureza durante o inverno é o pinhão, que é rico em gorduras insaturadas e faz bem à saúde do coração.

Alimentos e bebidas que combinam com o inverno

Alguns pratos e bebidas passamos o ano todo esperando chegar o inverno para consumir. Use estes pratos a seu favor para compor uma alimentação saudável sem deixar de sentir o sabor prazeroso que o inverno proporciona.

Sopas

O clima frio e a sopa formam o par perfeito. Uma boa recomendação é preparar uma sopa rica em legumes, proteínas e temperos naturais. Também é bom evitar sopas que usem macarrão, creme de leite e queijos gordurosos na receita, pois são uma bomba de calorias.

Pinhão

Como já ressaltamos, o pinhão é excelente para a saúde. Isso porque, além de ser fonte de energia, também é rico em proteínas do complexo B, Ferro, Cálcio, Fósforo e Zinco. Pode ser consumido individualmente, cozido, ou acompanhar carnes. Mas lembre-se da moderação, pois o pinhão contém uma quantidade significativa de calorias.

Queijo

É praticamente impossível resistir aos queijos em climas frios, no entanto é um alimento que exige moderação. Apesar de ser rico em Cálcio, ele é pobre em minerais que são indispensáveis para a absorção do Cálcio, como o Magnésio, por exemplo. Portanto, ele deve ser consumido acompanhado de outros alimentos ricos em minerais, como cereais integrais, castanhas, legumes, verduras, entre outros. Também vale ressaltar que queijos contém muitas calorias, então consuma em poucas porções.

Chocolate quente

O inverno implora por uma caneca de chocolate quente. É uma bebida que, além de ter ação antioxidante e ajudar na prevenção de doenças inflamatórias e cardiovasculares, também estimula o sistema nervoso central e dá sensação de prazer ao corpo. No entanto, deve ser consumido do jeito certo para não acabar fazendo mal ao corpo. O chocolate quente ideal para favorecer sua saúde é o de leite desnatado e chocolate com concentração de cacau maior que 70%.

Chás

Consumir chá regularmente tem efeitos positivos sobre o organismo e no inverno é uma bebida obrigatória. Os chás costumam ter propriedades que diminuem os efeitos causados pelos radicais livres no corpo e são antioxidantes. Há tipos de chás diferentes para cada objetivo. Por exemplo, os estimulantes, como o chá verde e o chá mate, os calmantes, como o de hortelã e maracujá, mas tome cuidado com os excessos para não ter efeitos colaterais maléficos.

Água

Água é regra em qualquer clima do ano, não seria diferente no inverno. Beba, ao menos, 2 litros de água por dia e podemos garantir que terá efeitos positivos não apenas no organismo, mas também na saúde da sua pele, que tende a ficar mais ressecada no inverno.

Nutrição suplementar

O corpo reclama quando sente falta de algum nutriente importante que você não tem ingerido na alimentação. Neste caso, existem algumas opções de suplementação que podem ajudar a colocar seu organismo de volta ao eixo. Para o caso das doenças cardiovasculares e colesterol alto, problemas que podem ser agravados por uma alimentação desequilibrada no inverno, é recomendável consumir o Ômega 3-6-9, o Óleo de linhaça ou o Óleo de coco.

Categorias: , , ,