Saúde da mulher: você é muito mais do que sua aparência

Data da postagem: 6 de outubro de 2021

É fato que as mulheres dão muita atenção à aparência, provavelmente porque nossa sociedade é muito orientada pelo que vê. Toda mulher recebe, desde pequena, estímulos sobre “padrões” de beleza que na verdade fogem da realidade da maioria delas. Agora, com a popularização dos filtros e edições de imagem, esses padrões parecem estar cada vez mais inalcançáveis. Provavelmente porque, de fato, não são.

No entanto, existe um padrão no qual realmente vale a pena tentar se encaixar: o padrão do corpo saudável. Se preocupar com aparências é um esforço possivelmente nulo se as expectativas são inalcançáveis, enquanto se preocupar com a saúde é um esforço que sempre traz um retorno positivo, até mesmo sobre as expectativas de vida.

Padrão de corpo saudável

Ter um corpo saudável não é estar dentro de um padrão estético. Pelo contrário, muitas mulheres, por vezes, sacrificam a própria saúde para se manter dentro dos padrões estéticos. A saúde do corpo está diretamente relacionada ao autocuidado.

Para além de estar confortável com o próprio corpo, autocuidado tem a ver com o autoconhecimento e manutenção dos hábitos. Um corpo saudável é aquele em que todos os órgãos cumprem sua função corretamente. No caso da mulher, alguns deles pedem atenção especial, como é o caso dos seios, dos ovários e do útero.

Outro ponto importante é o cuidado com a saúde mental. Mulheres são bombardeadas o tempo todo com diferentes pressões, cobranças e expectativas, o que pode causar doenças que se originam na mente e se manifestam no corpo.

Percebendo os sinais

Quase sempre é possível perceber quando nosso corpo está precisando de mais cuidado. Ele envia sinais. E parte do processo de autoconhecimento é registrar esses sinais: alterações no ciclo menstrual, funcionamento do intestino, nível de energia, é importante anotar quando esses sinais ocorreram e o que mudou nos seus hábitos que possam tê-los causado. Mesmo porque, se você procurar ajuda médica, essas informações podem ser cruciais no diagnóstico e na escolha do melhor tratamento.

Outros sinais podem revelar que trata-se de um problema na mente: irritabilidade, preocupação excessiva, estresse, choro sem motivo, entre outros como dor de cabeça, fadiga e insônia, são sintomas que valem a pena ser investigados. Mulher: se toque, se observe e se proteja!

Ter hábitos saudáveis é o novo “ser bonita”

Se você realmente se importa com seu corpo, o melhor investimento é na mudança de hábitos. Tenha uma alimentação leve, sem exagerar nas frituras, massas, açúcar e lactose. Pratique exercícios físicos regularmente. Vá anualmente ao médico fazer exames, principalmente após os 40 anos. Bonito mesmo é chegar à terceira idade forte e com fôlego de vida.

Categorias: , , ,