Impactos da pandemia sobre a rotina de autocuidado

Data da postagem: 6 de novembro de 2020

A pandemia afetou a rotina de muitas pessoas e obrigou mesmo as mais ativas a ficar em casa. Isso fez com que a rotina de autocuidado também fosse afetada consideravelmente e, por consequência, a autoestima. É natural o aumento do desinteresse por cuidar da aparência já que as pessoas têm saído menos. No entanto, vale refletir que manter o autocuidado ainda que ninguém esteja te vendo, é a maior prova de que você se cuida para si e não para os outros.

Cair em uma rotina que dispensa o autocuidado é perigoso. Primeiro porque a tendência é colocar algumas coisas, antes indispensáveis, em segundo plano. Você passa protetor solar para ficar em casa, por exemplo? Escova os dentes após todas as refeições? Segundo porque, querendo ou não, isso afeta a autoestima e, por sua vez, a autoestima baixa afeta a saúde mental. Portanto, confira algumas dicas especiais para a sua rotina de autocuidado.

Pele

Os cuidados com a pele durante a pandemia precisam ser redobrados. Isso porque a ansiedade, estresse, isolamento social, exposição às noticias ruins, o medo da Covid-19, tudo isso tem impacto sobre a pele. Alguns dos possíveis resultados disso são a piora da acne, perda de cabelo, piora dos quadros de psoríase e dermatite.

 

 

É indispensável, portanto, o uso de produtos que mantém a pele bem cuidada. Vale ressaltar a importância da Vitamina C para evitar a oxidação da pele e a ação dos radicais livres. Também é indicado o uso de produtos com ácido hialurônico para hidratar bem a pele e um bom tônico para higienizar. Não fumar, ter uma boa noite de sono e lavar o rosto diariamente também farão a diferença. Além disso, beba água! já falamos sobre como a água potencializa os efeitos de cosméticos e nutricosméticos (clique aqui para ler).

Cabelos

Claudia Abreu lembra que é importante aproveitar o clima quente para usar somente a água gelada nos cabelos. Isso mantém os fios saudáveis e com mais brilho e vida, além de evitar a seborreia, que também piora com o estresse. Ela também indica intercalar os shampoos, usando um diferente por semana. Dessa forma, os fios não “se acostumam” com o tratamento e o produto não perde o efeito com o tempo.

Os homens também precisam se cuidar usando apenas shampoo para lavar cabelo e barba. Homens com cabelos longos podem até usar condicionador nas pontas, mas o condicionados jamais pode ter contato com o couro cabeludo, também para evitar seborreia e caspa.

Mãos e unhas

As mãos ficam ressecadas com a necessidade de passar álcool em gel e sabão o tempo todo. Sendo assim, é tempo de usar creme para as mãos com uma frequência maior. E já que, com mais tempo em casa, acaba sendo mais frequente a rotina de limpeza, também é importante usar luvas ao lidar com produtos químicos.

Já em relação às unhas, o ideal é, antes de tudo, evitar roê-las ou levar a mão à boca. Outros cuidados importantes são: usar bases nutritivas e fortalecedoras antes do esmalte, evitar usar componentes com formol nas unhas, deixar as unhas respirarem tirando o esmalte dois dias antes de uma nova esmaltação e consumir Vitamina C, que além de fortalecer as unhas, aumenta a imunidade.

É importante lembrar que as unhas fracas podem ser sinal de diabetes, disfunções hormonais, problemas no fígado ou estresse, portanto, se nada resolver este problema, procure um médico.

Nutrição eficiente para pele, cabelos e unhas

Uma outra orientação que ajuda a fortalecer e embelezar pele, cabelos e unhas de uma vez é investir em uma nutrição eficiente. O produto mais indicado é o o Vitaminas + Colágeno + Levedo de Cerveja da Nutrye. Ele tem ação antioxidante, combate os radicais livres e oferece toda a nutrição que você precisa para melhorar o aspecto da pele, cabelo e unhas de dentro para fora. Saiba mais sobre o produto clicando aqui.

Categorias: , ,